Produtos

QUINOA

É qualificada como o mais completo alimento vegetal para consumo humano. Seu valor nutritivo - comparável ao do leite materno - é muito superior a qualquer outro alimento, mesmo de origem animal; Após pesquisas, não acessíveis ao público, a Agência Espacial Americana - NASA, passou a utiliza-la na dieta da tripulação de voos espaciais de longa duração; Outras pesquisas têm sido conduzidas, focando especialmente suas qualidades nutritivas.

Descrição

Planta da família das Chenopodiaceae. Produz um grão indispensável à alimentação e à vida do homem no altiplano andino. Conservada por quechuas e aymarás, com suas 3.120 variedades, a quinoa pinta o arco-íris nas áreas de cultivo sendo a Bolívia o seu maior produtor mundial.

Uso

Como alimento nutritivo, encontra-se hoje no merca-do brasileiro a quinoa sob a forma de grãos, flocos e farinha, para as mais diversas preparações, ressaltando-se que por não conter glútem esse grão assume hoje importância capital; cicatrizante, nutritiva, galactagogo.

História

Originária nos Andes, Colômbia, Peru e Chile , onde tem sido um importante alimento por mais de 6.000 anos. Seu nome é o espanhol na ortografia quéchua. É usado pela população indígena dessas regiões desde antes da chegada dos colonizadores espanhóis e era um cereal sagrado para os Incas.

Fonte: Embrapa

Fechar

SORGO

O sorgo, também chamado milho-zaburro no Brasil, mapira em Moçambique e massambala em Angola, é o 5° cereal mais importante no mundo, antecedido pelo trigo, o arroz, o milho e a cevada. Em Moçambique, constitui um dos alimentos básicos da população. "Sorgo" é derivado do latim syricu, através de uma forma vulgar suricu e do italiano sorgo "Zaburro" vem do persa, através do árabe xaures.

Descrição

Basicamente, existem quatro tipos de sorgo – granífero, sacarino, vassoura e forrageiro. Sorgo granífero um tipo de sorgo de porte baixo, altura de planta até 170cm, que produz na extremidade superior, uma panícula (cacho) compacta de grãos. Nesse tipo de sorgo o produto principal é o grão. Todavia, após a colheita, como o resto da planta ainda se encontra verde, pode ser usada também como feno ou pastejo. Sorgo sacarino é um tipo de sorgo de porte alto, altura de planta superior a dois metros, caracterizado, principalmente, por apresentar colmo doce e suculento como o da cana-de-açúcar. A panícula (cacho) é aberta e produz poucos grãos (sementes). Na nossa região pode ser utilizado como sorgo forrageiro, na forma de silagem e de corte. Todo sorgo sacarino pode ser forrageiro. Sorgo vassoura um tipo de sorgo que apresenta como característica principal a panícula (cacho) na forma de vassoura. Tem importância regionalizada, principalmente no Rio Grande do Sul, onde é usado na fabricação de vassouras. É conhecido em algumas regiões do Brasil por melga. Sorgo forrageiro é um tipo de sorgo de porte alto, altura de planta superior a dois metros, muitas folhas, panículas (cachos) abertas, com poucas sementes, elevada produção de forragem e adaptado ao Agreste e Sertão de Pernambuco. Existe sorgo forrageiro que possui colmo doce. Nesse caso, pode ser chamado também de sorgo sacarino.

Uso

Os grãos do sorgo são úteis na produção de farinha para panificação, amido industrial e álcool e como forragem ou cobertura de solo.

História

O sorgo é de origem africana, mas há evidências de uma segunda área de dispersão na Índia, um dos principais produtores deste cereal. Foi introduzido no Brasil em meados do século XX, tendo como principais regiões produtoras Goiás e Minas Gerais.

Fonte: Embrapa

Fechar

SORGO VERMELHO

O sorgo é uma planta auto-polinizante. É mais resistente à seca e à temperatura do que o milho, a soja, o trigo e outras culturas. A altura da planta depende da variedade e das condições de cultivo, variando entre 60 e 460 centímetros. As folhas longas e largas crescem fora do caule. Sua semente é pequena e redonda. A inflorescência tem, geralmente, entre 25 a 36 centímetros, e fica no topo do caule da planta madura.

Descrição

As sementes de sorgo consistem em três principais seções anatômicas - o pericarpo (camada externa), o endosperma (órgão de armazenamento) e o gérmen. O pericarpo é composto de três segmentos - epicarpo, mesocarpo e endocarpo. O epicarpo é a camada mais externa, coberta com uma fina película de cera. O mesocarpo consiste de uma grande quantidade de grânulos de amido. O sorgo é conhecido como o único alimento básico que contém amido nesta região da semente. O endosperma é composto de uma camada de aleurona e áreas periféricas, córneas e enfarinhadas. A aleurona contém proteínas (corpos proteicos e enzimas), cinzas (corpos fitina) e óleo (esferossomos). O gérmen tem duas partes principais: o eixo embrionário e o disco embrionário. A proteína do gérmen contém altos níveis de lisina e triptofano de alta qualidade para consumo humano, bem como para forragens.

Uso

Os grãos do sorgo são úteis na produção de farinha para panificação, amido industrial e álcool e como forragem ou cobertura de solo.

História

Uma fazenda com variedades tradicional e híbrida de sorgo O sorgo é nativo das regiões tropicais africanas. O registro mais antigo de seu cultivo remonta a 3000 a.C., no Egito. A variedade original do sorgo era vermelha ou roxa e sua semente tinha tegumento vermelho.

Nos anos 1950, foram desenvolvidas variedades híbridas de sorgo de mais alta produtividade e seu cultivo popularizou-se enquanto a produtividade aumentava enormemente. A variedade híbrida também oferecia cor e sabor preferidos pelos consumidores. O sorgo cultivado nos Estados Unidos é normalmente desta variedade híbrida, que é sorgo branco com semente de casca branca, corpo em cor de champagne e inflorescência cor de trigo. Em outras partes do mundo, variedades vermelhas ou roxas de baixa produtividade continuam a ser cultivadas. O sorgo é atualmente um cultivo de importância econômica mundial.

Fonte: Wikipedia

Fechar